Direto da Sacristia
×
×
$featured_img_url = get_the_post_thumbnail_url('full');

Sagração episcopal de dois Auxiliares de Roma

Postado em 14 Abril 2012por E. Marçal

Com informações do boletim da Sala de Imprensa da Santa Sé

Às 17h em Roma, 12h no Brasil, dois Bispos Auxiliares da Diocese de Roma foram sagrados pelo Cardeal-vigário de Sua Santidade para a mesma Cidade, Agostino Vallini, na Basílica Papal de San Giovanni in Laterano, e co-sagrantes Arcebispo (título ad personam) Filippo Iannone, Auxiliar de Roma e Sua Ex.cia Domenico Sigalini, Bispo de Palestrina.

Nomeados no mesmo dia 31 de janeiro passado, os dois monsenhores exerciam, até a eleição episcopal, cargos eclesiásticos na Diocese de Roma.

O Rev.do Mons. Matteo Maria Zuppi, de 56 anos, nascido em Roma, mas foi ordenado presbítero em 1981 para a diocese suburbicária de Palestrina. Sete anos depois, incardinou-se na diocese de Roma.

Desde jovem, é membro da Comunidade Santo Egídio, da qual era Assistente Eclesiástico Geral até a data da nomeação. Por meio dela e junto com o Fundador Andrea Riccardi, visitou Moçambique durante o conflito armado que já durava 16 anos. Além de mediar as conversações de paz que culminaram em 1992, muitas vezes organizou envios de alimentos e medicamentos para o povo que sofria com a guerra. E ainda interessou-se e acompanhou as primeiras eleições multipartidárias em 1994.

Em 2006, foi nomeado Capelão de Sua Santidade, o primeiro grau de monsenhorato.

Até o dia 31 de janeiro, era também pároco da Paróquia dos Santos Simão e Judas, num bairro da periferia de Roma.

Foi-lhe concedida, para o cargo de Auxiliar, a sede titular de Villanova, diocese extinta do norte da África.

O Rev.do Mons. Lorenzo Leuzzi, presbítero incardinado na diocese de Roma, tem 56 anos também, e até a nomeação episcopal era Reitor da Igreja de San Gregorio Nazianzeno, Capelão da Câmara dos Deputados do Parlamento Italiano e Diretor do Ofício Pastoral Universitário do Vicariato de Roma.

Iniciou seus estudos para o sacerdócio pela Arquidiocese de Trani-Barletta-Bisceglie, no Studio Teologico de Bari; mas, os concluiu no Pontificio Seminario Romano Maggiore.

É formado em Medicina e Cirurgia pela Universidade de Bari (1980). Também possui Licenciatura e Doutorado em Teologia Moral pela Pontificia Università Gregoriana (1985), e a Licenciatura em Direito Canônico pela Pontificia Università Lateranense (1983).

Foi ordenado presbítero em 1984 pelo Cardeal Ugo Poletti, então Vigário do Papa João Paulo para a Cidade de Roma, na Catedral de Trani, sendo incardinado na diocese de Roma.

Exerceu suas aptidões de Medicina sendo Assistente Eclesiástico na Università Cattolica del Sacro Cuore (1993), e neste mesmo ano foi nomeado Cônego honorário da Catedral de Trani. Em 1998, foi nomeado Capelão de Sua Santidade.

Já publicou muitos livros, entre os quais alguns com reflexões e comentários do Magistério do Santo Padre Bento XVI.

Sugestões de artigos