Direto da Sacristia
×
×
$featured_img_url = get_the_post_thumbnail_url('full');

Bento XVI encontra Fidel Castro

Postado em 28 Março 2012por E. Marçal

Da agência G1 e fotos do Cuba Debate

Não estava previsto nos encontros oficiais, mas já causava expectativa a possibilidade do Papa Bento XVI ser recebido pelo líder da agora falida Revolução Cubana. E isto aconteceu na tarde de hoje. Embora privado, de 30 minutos, na Nunciatura Apostólica em Cuba, o encontro ocorreu ao término dos 3 dias da viagem apostólica do Pontífice e após Bento XVI pedir mais liberdade para a Igreja no país, diante de 300 mil pessoas, entre elas o presidente cubano Raúl Castro, que assistiram a Missa na Praça da Revolução de Havana, e de afirmar que o comunismo já não serve mais para guiar o país (n.e. e nenhum outro lugar do mundo!) e que a Igreja está disponível em ajudar na transição política. Segundo o Humanitas Unisinos, Fidel pediu livros sobre a fé e ganhou três medalhas comemorativas do atual pontificado.

Não obstante o notório fracasso do socialismo e a necessidade de reformas políticas, estas não irão acontecer, segundo o vice-presidente Marino Murillo, mas sim uma atualização do sistema e algo que tenha “a ver com bem-estar de nosso povo”.

O ex-presidente de Cuba de 85 anos, um ano a mais que Bento XVI, estava com clara dificuldade de locomoção, depois de anos sem aparecer em meios de comunicação. O encontro deu-se de forma muito cordial.

Bento XVI já embarcou, com o séquito, de volta à Cidade do Vaticano e deve desembarcar no aeroporto Fiumicino nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (horário local). Como é costume, o Santo Padre deve passar alguns dias em Castel Gandolfo em descanso, dias que serão poucos, tendo em vista a Missa “No Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor”, que abre as solenes e exigentes cerimônias da Semana Santa, às quais o Pontífice presidirá integralmente.

Sugestões de artigos