'

Categorias | Sem categoria

Papa reafirma posicionamento político dos bispos

Postado em 28 outubro 2010 by E. Marçal

Do boletim da Sala de Imprensa da Santa Sé

Discurso foi feito a bispos brasileiros em Ad Limina


Em discurso aos bispos brasileiros do estado do Maranhão que oficiam a Visita “Ad Limina Apostolorum“, o Santo Padre Bento XVI reafirmou o direito de pronunciamento dos Bispos em matéria política, emitindo um juízo moral, mediante a exigência da salvação das almas e os direitos fundamentais da pessoa. Ele salientou a “enérgica da defesa do direito à vida” diante de “direitos políticos humanos, econômicos e sociais” que se coloquem contrários a esse princípio. Ainda, quando o aborto e a eutanásia são descriminalizados, continuou ele, o ideal democrático “é atraiçoado nas suas bases”.

Como é próprio dos discursos de Bento XVI, o tom moderado foi respeitado. Contudo, é notória a denúncia das polêmicas ocasionadas pelos pronunciamentos de bispos brasileiros sobre as eleições presidenciais no Brasil. O Papa disse aberta e claramente que os Bispos devem orientar os fiés na reta intenção na escolha de seus representantes políticos e – obviamente – sem se desviar da doutrina da Igreja.

Ao tomarem conhecimento das palavras do Papa, os dois candidados ao maior cargo no Executivo do país emitiram juízos a respeito.

Vejamos, no próximo domingo, o resultado do pensamento dos brasileiros.

Que Deus tenha misericórdia desta terra que nasceu sob a sombra de Sua cruz.

Kyrie eleison.


Categorias | Sem categoria

Aprovada beatificação de Irmã Dulce

Postado em 28 outubro 2010 by E. Marçal

Informações do seminarista Carlos Donato, da Itália

Confirmação de milagre atribuído à religiosa
foi anunciada ontem em Roma
Beatos os pobres em espírito porque estes verão a Deus!
Venerável Irmã Dulce

Com esse ato oficial, do reconhecimento e aceitação do milagre por parte do Santo Padre, a Congregação para a Causa dos Santos emite o documento da Recogito, e se espera que seja fixada a data da beatificação que, como é comum no atual pontificado, será realizada na diocese da Venerável, a Sé Primacial do nosso país, a Arquidiocese de São Salvador da Bahia de Todos os Santos (Archidiocesis Primatialis Sanctissimi Salvatoris in Bahya omnium Sanctorum). Para a cerimônia, será nomeado o Legado Pontifício: ou o Ordinário do Lugar ou S.E.R Arcebispo Angelo Amato, Prefeito do dicastério para a Causa dos Santos e cardeal eleito. Tudo dependerá do anúncio por Bento XVI, que ainda não foi feito.

Sua Eminência Cardeal Geraldo Magella Agnelo
do Título presbiteral de San Gregorio Magno alla Magliana Nuova
Arcebispo de São Salvador da Bahia e Primaz do Brasil


A notícia da confirmação do milagre foi atestada ontem pelo Arcebispo Primaz do Brasil, Sua Eminência Dom Geraldo Magella Agnelo, que anos trabalhou para que isso ocorresse. Segundo o purpurado, o Santo Padre deve se pronunciar a respeito antes mesmo do Natal. O processo de canonização deverá ser iniciado no próximo ano, mediante a apresentação de um novo milagre supostamente intermediado pela futura Beata que, ainda segundo o Cardeal, são inúmeros.

Com júbilo acolhemos este dom de Deus ao nosso país, que começa a despertar para a causa dos santos vendo mais um de seus filhos resplancer a santidade da Igreja, “mysterium Lunae”, que por sua vez vem de Jesus Cristo, seu fundador. Agradeçamos ao Pontífice felizmente Reinante, Papa Bento XVI, que com este ato de benevolência escreve mais um filho da Igreja, no Brasil, no álbum dos beatos.

Categorias | Sem categoria

A Padroeira do Brasil venerada em Roma

Postado em 26 outubro 2010 by E. Marçal


No último dia 12 de outubro, a comunidade brasileira residente na Cidade Eterna celebrou, em comunhão conosco, a solenidade da Padroeira do Brasil. Após uma procissão desde a embaixada na Itália, foi rezada missa na
igreja della Madonna della Luce. Como também foi oficiado o memorial do Sacrífico da Cruz na Basílica San Gioacchino ai Prati.

Texto do seminarista Carlos Donato, da Arquidiocese da Paraíba.



Ao retomar os nossos textos semanais, começamos com a importantíssima Solenidade de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, nossa Rainha e Padroeira. Dizem que os símbolos são pontos de unidade seja de um povo, seja de uma naçãoo. Da nossa Terra de Santa Cruz temos como símbolos oficiais a nossa bandeira e o nosso escudo, verde e amarelo – cores dos Orleans e Bragança, nossa casa imperial, nós que somos a único país das Américas a possuir uma verdadeira e autêntica familia imperial, descendentes dos nobres europeus. Mas nossa atenção se volta hoje não a estes particulares, e sim a um símbolo de nossa nação que não é apenas da identidade, mas da unidade: a Virgem Aparecida.

Parcela da comunidade brasileira
no Seminário Internacional da Opus Dei em Roma

Estando longe da nossa pátria,sentimos mais forte a influência deste símbolo de nossa fé nacional, Muitos brasileiros, ao menos na Itália, quando querem ser reconhecidos como tais, usam a camisa da seleção de futebol, a bandeira nacional; mas, vê-se imediatamente que é um brasileiro, mas nao somente brasileiro, mas católico, quando junto à bandeira traz consigo a Rainha do nosso país.

Sobre este fundamento, nós brasileiros imigrantes, no dia 12 estávamos mais unidos a vós no Brasil que possais imaginar. Aqui na Urbi, no domingo passado, foi realizada uma procisãao da embaixada do Brasil junto à Itália, até a comunidade brasileira presente na igreja della Madonna della Luce. Quão atentos eram aqueles que pelas ruas de Roma traziam aos ombros a imagem pequena de Aparecida, que sobre seu manto anil porta a todos os seus mais de 2 milhões de filhos.

Basílica di San Gioacchino ai Prati

Nossa pequena comunidade brasileira no Colegio Ecclesiastico Internazional Sedes Sapientiae celebrou com solenidade o dia da Padroeira, seja em nosso seminário, seja na Basilica di San Gioacchino ai Prati, igreja construída em honra de Deus Onipotente e em homenagem ao Papa Leão XIII nos seus 50 anos de sacerdócio. Nessa basílica pontifícia, construída com doações, foi eregida uma capela em honra da Virgem Aparecida, chamada capela do Brasil, onde abriga um precioso altar em mármore de Carrara e outros preciosos, como a imagem de Aparecida no rico retábulo em policromia a ouro com pinturas dos santos Sebastião e Paulo, símbolos das duas principais arquidioceses do sudeste. Na mesma se encontra o brasão de Sua Eminência o Cardeal Arcoverde, pernambucano, primeiro purpurado da América Latina, que, consagrou o altar e dedicou a capela. Ali celebramos com solenidade um pontifical em língua portuguesa em louvor e ação de graças à Divina e Una Trindade pela nossa pátria e pelo patrocínio da Virgem Maria. Na mesma capela se encontra o Anjo da Guarda do Brasil que protege e guia o Brasil.

Altar da Padroeira do Brasil na Basílica di San Gioacchino ai Prati

Que a santa Mãe de Deus, a Senhora Aparecida, estenda seu materno manto sobre todos nós brasileiros, em casa ou fora como viajantes.

Carlos Donato é seminarista da Arquidiocese da Paraíba
Residente no Seminário Internacional Sedes Sapientiae
da Prelazia da Santa Cruz e Opus Dei, Roma
Acadêmico de Teologia da
Pontificia Università della Santa Croce
Correspondente e autor de artigos do blog